Páginas

quarta-feira, 5 de outubro de 2022

SEABRA: MAIORIA DOS ELEITORES DERROTA PREFEITO E CONFIRMA FAVORITISMO DE JERÔNIMO

Rui Costa e Jerônimo (Foto: Internet)

Candidato do PT teve mais do dobro dos votos de ACM Neto: 17.363 (66,79%) x 7.855 (30,22%)

Por Jadson Oliveira (jornalista) - editor deste Blog Evidentemente - em 05/outubro/2022

Cumpriu-se a previsão: Jerônimo Rodrigues (PT), apoiado por Lula e pelo governador Rui Costa, foi amplamente vitorioso no município de Seabra, no coração da Chapada: obteve 17.363 votos (66%), enquanto ACM Neto (União Brasil) ficou nos 7.855 (30%).

O apoio do prefeito Fábio Lago Sul ao ex-prefeito de Salvador, anunciado três semanas antes da votação, mostrou ter sido energicamente reprovado pelos eleitores.

Não por acaso a maioria dos seabrenses tinha lançado contra o prefeito a pecha de “traidor” e “ingrato”, diante da atitude de Fábio depois do município ter sido beneficiado por inúmeras obras do governo petista.

A incompetência política do prefeito e o consequente desgaste ficaram comprovados nas urnas, como já tinha sido alardeado pelo governador, pelos dirigentes petistas locais e por outras lideranças, a exemplo do deputado federal Jorge Solla (PT), reeleito e um dos mais votados no município (2.271 votos).

Tal desgaste, aliás, ficou claro logo após a troca de lado do prefeito: o seu vice, Marlon Leite, anunciou que mantinha seu posicionamento ao lado de Jerônimo; e o próprio Fábio, para tentar ficar bem com o povo, anunciou que continuaria apoiando Lula, apesar de não apoiar seu candidato a governador na Bahia.

No próximo dia 30, no 2º. turno, lideranças do governo baiano e do PT de Seabra não têm dúvidas de que Jerônimo ampliará, ainda mais, sua vantagem sobre Neto.

Não só em Seabra, mas também no total do estado, onde o candidato do PT chegou a 49,45% dos votos (ACM Neto teve 40,80%): faltou menos de 1% para Jerônimo vencer no 1º. turno.

Registrando o placar, para presidente, em Seabra: Lula – 22.505 votos (83,85%) x Bolsonaro – 3.397 (12,66%).

4 comentários:

Anônimo disse...

Muito esclarecedor esse artigo. Tinha dito a amigos e correligionários nunca ter visto uma “revolta” tão “violenta”, digamos assim, dos eleitores de Seabra, acostumados a seguir cegamente os caciques, à reação ao prefeito quando decidiu apoio ao 44 nessas eleições.
Seria a liderança indiscutível do Lula? Seria um sinal de maturidade política dos eleitores, cansados de seguirem cegamente às ordens e pressões? Talvez os eleitores tenham aberto novas perspectivas políticas para Seabra.

Anônimo disse...

Parabéns Seabra, um tapa na cara cínica de Fábio Lago Sul. Seabra precisa eleger uma pessoa íntegra que não enriqueça com o dinheiro público.

Anônimo disse...

Foi bonito assistir a reação dos Seabrenses. Parece que estavam quase todos com o grito preso na garganta. Espero que seja o começo de uma transformação na nossa população.

Unknown disse...

Rubia Oliveira