Páginas

quarta-feira, 21 de setembro de 2022

SEABRA: “TRAIÇÃO” DO PREFEITO APIMENTA ÚLTIMAS SEMANAS DA CAMPANHA ELEITORAL

Lula e Jerônimo: Seabra recebe amanhã, quinta, caravana comandada pelo governador (Foto: Internet)

Rui Costa, com o “time de Lula”, fará comício na cidade amanhã, quinta, dia 22

Por Jadson Oliveira (jornalista) – editor deste Blog Evidentemente – em 21/09/2022

Tudo indica que o prefeito de Seabra, Fábio Lago Sul, do PP, deu um tiro no pé ao mudar de lado quase às vésperas da votação, passando a apoiar ACM Neto, do União Brasil, na disputa do governo da Bahia.

Este é o tempero mais picante da eleição em Seabra, no coração da Chapada, cuja campanha está na sua penúltima semana.

 A “traição” do prefeito, como tachou a direção municipal do PT, terá a resposta mais contundente amanhã, dia 22, quando o governador Rui Costa, com a caravana do “time de Lula”, fará comício na cidade.

Em companhia, claro, de Jerônimo Rodrigues, do PT, e Otto Alencar, do PSD, candidatos ao governo e ao Senado, e de deputados e outras lideranças lulistas.

Em entrevista à Rádio Nova FM, de Seabra, dada logo em seguida ao anúncio do rompimento do prefeito, na semana passada, o governador já deu o tom da sua reação:

Acusou Fábio de mentir e caluniar o seu governo para tentar justificar a troca de lado e se disse indignado, citando detalhadamente dezenas de obras realizadas pelo governo do estado no município, em especial na área de saúde.

Sem mencionar o nome do deputado Cláudio Cajado, do PP, Rui Costa fustigou o prefeito lembrando suas ligações com políticos bolsonaristas, acostumados às práticas abusivas e clientelistas do Centrão e do Orçamento Secreto.

Antes da entrevista do governador, o deputado federal Jorge Solla, do PT, soltou nas redes sociais um vídeo com duras críticas à posição tomada por Fábio, destacando melhorias obtidas pela população seabrense através da gestão do estado e também através de emendas parlamentares.

O prefeito, aliás, parece que já tinha sentido seu desgaste, agravado a cada dia, segundo analistas, por sua incompetência   política: ainda na semana passada, ele teve o cuidado de anunciar que continuava apoiando o ex-presidente Lula na disputa pela Presidência, apesar de ter rompido com o governador.

Mas o estrago já estava feito: o vice-prefeito Marlon Leite (filho do ex-prefeito Dálvio Leite, líder de tradicional grupo político do município) já tinha anunciado que, apesar da posição do prefeito, ele continuava engajado na campanha de Jerônimo, além da de Lula e Otto.

E para completar, o comício feito em Seabra, na última sexta-feira, por ACM Neto, o novo candidato do prefeito, não atraiu um grande público.

Vamos ver o poder de mobilização do chamado “efeito Lula” e do governador no comício de Jerônimo, amanhã, quinta-feira. As comparações serão inevitáveis.

7 comentários:

Rubia Oliveira disse...

É Lula É Jerónimo no ❤ da Chapada

Anônimo disse...

Bom retrato atual do quadro político de Seabra. Eu nunca vi um descontentamento e revolta da população de Seabra por um fato político desta natureza.
A onda vermelha cresce e avança Bahia afora e também no Brasil, principalmente no nordeste.
Parabéns pela matéria.

Anônimo disse...

Fiquei indignado e triste com a atitude do prefeito, e o pior, ele disse em um vídeo que ocultamente já não estava satisfeito com o Governador há três anos atrás, por que não rompeu antes?

Anônimo disse...

Decepção para Seabra!

Anônimo disse...

Seabra precisa de prefeito sério, fora desse jogo sujo político. O povo sabe o que é bom e já decidiu Jerônimo e Lula e nos aguardem daqui 2 anos teremos um prefeito do PT.

Anônimo disse...

Decepcionei com esse Prefeito! Não esperava tamanha traição

Anônimo disse...

Eu apoio e voto em Lula e ACM neto eleito no primeiro turno.