quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

JOSÉ “PEPE” MUJICA PEDE PRESERVAR NAÇÕES LIVRES E SOBERANAS

“Temos que desfrutar o tempo livre que não se vende nem se compra”, expressou Mujica durante conferência em Havana (Foto: www.guioteca.com/Andes)
Mujica disse que os impérios capitalistas influem para que o mundo se pareça com eles, pois essas "potências” pretendem que "façamos seus negócios, que compremos casas imensas, comprar seus carros luxuosos e demais artigos que só nos causam dívidas”. 

Da Agência Pública de Notícias do Equador e Sul-américa – Andes, de 27/01/2016

Havana - O ex-presidente do Uruguai, José “Pepe” Mujica, conclamou nesta terça-feira a população mundial a preservar nações livres e soberanas em defesa das gerações futuras, durante sua conferência na edição número 57 do prêmio literário Casa das Américas que se outorga todos os anos em Cuba.
Mujica, que se converteu num dos representantes da esquerda na região, se referiu à importância do processo de integração que vive a América Latina e pediu a seus dirigentes “não esmorecer nessa árdua tarefa”.
A cultura capitalista consciente e inconsciente que as pessoas têm obedece a um padrão de copiar estilos de vida dos mais ricos.
“A confiança das pessoas se perde se nos veem distantes, por isso é necessário não perder a humildade, seja qual for seu estilo de vida”, expressou.
Instou os dirigentes socialistas no mundo a dar o exemplo: "vivendo como vivem as minorias saberemos realmente quais são suas verdadeiras necessidades", assegurou o ex-mandatário.
Disse que os impérios capitalistas influem para que o mundo se pareça com eles, pois essas "potências” pretendem que "façamos seus negócios, que compremos casas imensas, comprar seus carros luxuosos e demais artigos que só nos causam dívidas”, enfatizou. 
Continua em espanhol, com traduções pontuais:
A su juicio (Na sua opinião), la felicidad no debe ser confundida por el hecho (com o fato) de comprar cosas nuevas todos los días, sino con lo grandioso de compartir (compartilhar) tiempo libre en familia.
“Hay que disfrutar el tiempo libre que no se vende ni se compra”, agregó.
El líder socialista instó a tener un equilibrio y avanzar hacia "una historia del presente que mira hacia el futuro", en referencia al camino que está tomando el ser humano contemporáneo en sus hábitos y costumbres y en su manera de relacionarse con el mundo.
Los ricos en el mundo no entienden la palabra equilibrio. “En sus bolsillos (Em seus bolsos) tienen la mitad del dinero que hay en la humanidad", dijo Mujica e instó a los jóvenes a cometer sus propios errores y no a repetir los de tiempos pasados.
La información y el contenido multimedia, publicados por la Agencia de Noticias Andes, son de carácter público, libre y gratuito. Pueden ser reproducidos con la obligatoriedad de citar la fuente.http://www.andes.info.ec/es/noticias/jose-pepe-mujica-pide-preservar-naciones-libres-soberanas-conferencia-habana.html


Tradução (parcial): Jadson Oliveira

Nenhum comentário: