sábado, 21 de novembro de 2015

PARAGUAI: FRENTE GUASU FIRMA-SE COMO A TERCEIRA FORÇA POLÍTICA

(Foto: Prensa Latina)
Para a prefeitura de Assunção foi eleito Mario Ferreiro, do grupo Juntos Podemos, uma vitória inesperada sobre o governista Arnaldo Samaniego, com a qual se interrompeu o domínio colorado na capital desde 2001.

Da agência de notícias Prensa Latina, de 20/11/2015

Assunção - A Frente Guasu (FG) firmou-se hoje como a terceira força política no Paraguai com os resultados das eleições municipais do domingo, ao ganhar vereadores em 150 dos 250 distritos do país e três prefeituras. (Nota deste blog: a primeira é o Partido Colorado do presidente da República e a segunda é o Partido Liberal).

A direção desse grupo de partidos e movimentos de esquerda destacou, em conferência (entrevista coletiva) de imprensa, como essas cifras são contundentes na consolidação da FG em termos nacionais.

A Frente está em toda a República, disse o secretário geral de Guasu, Aníbal Carrillo, e é uma confirmação da terceira força política eleitoral do país.

"Afirma-se como tal – acrescentou - pela quantidade de votos, pela quantidade de administrações e três distritos onde temos intendentes (prefeitos)", agregou Carrillo.

Este assume a máxima direção da FG pelo senador Fernando Lugo, presidente de 2008 a 2012, quando foi retirado por um golpe de Estado parlamentar.

Lugo continuará no partido, disse Carrillo e destacou como foi um grande ativista na campanha pelas eleições municipais do domingo passado.

A Frente, segundo Carrillo, teve em toda a nação presença em massa entre os membros das mesas de votações e puderam controlar todo o processo, exceto em Assunção onde teve vários problemas, que não mencionou.

Mas em outras cidades fez alianças que se destacaram como muito positivas, expressou.

Para a Frente Guasu, os resultados destas eleições evidenciaram uma desaprovação à política de governo do presidente da República, Horacio Cartes.

O máximo dirigente da FG considerou que pelo fato de Cartes sair para encabeçar a campanha pelo Partido Colorado e ter perdido em Assunção, significa que os cidadãos desaprovam sua forma de governar.

A prefeitura da capital foi vencida por Mario Ferreiro, do grupo Juntos Podemos, uma vitória inesperada sobre o oficialista (governista) Arnaldo Samaniego, com a qual se interrompeu o domínio colorado desde 2001 nessa importante área eleitoral.

Segundo Carrillo, seu grupo se dedicará a apoiar a administração das novas autoridades municipais e fazer ajustes tendo em vista as eleições presidenciais de 2018.

Para essas, Lugo mostra sua intenção de participar, mas a Constituição do Paraguai não contempla a reeleição.

Não obstante, o ex-mandatário continuará seu trabalho em prol de angariar a maior quantidade de futuros votantes pela Frente, sobretudo entre os setores mais empobrecidos do interior do país.

No mês que vem, a FG realizará uma assembleia de representantes de todos os partidos e movimentos que a integram para eleger o novo presidente do partido.

Nenhum comentário: