segunda-feira, 9 de novembro de 2015

FÓRUM 21 PROMOVE 'SEMINÁRIOS PARA O AVANÇO SOCIAL' EM SÃO PAULO, DE 9 A 13/11

Entre os temas em pauta estão a crise hídrica, a Lei do Terrorismo, a frente de esquerda como alternativa de poder e a comunicação e suas novas tecnologias.

Por Najla Passos, no portal Carta Maior, de 06/11/2015

Ampliar o nível de politização de uma sociedade que reivindica mais participação, ao mesmo tempo em que carece de canais de diálogo e reflexão. Este é o objetivo dos “Seminários para o avanço social”, que o Fórum 21 promove, de 9 a 13 de novembro, sempre das 9 às 12 horas, na sede da Assembleia Legislativa de São Paulo, com o apoio das lideranças das bancadas do PT, PCdoB e PSOL. 
 
O primeiro debate da série, na segunda (9), reúne Guilherme Boulos, da coordenação do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), João Paulo Rodrigues, da coordenação do Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e o deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) para debaterem o tema “Frente de esquerda como alternativa de poder”. 
 
Na terça (10), o assunto em pauta é a “Crise da água”. Na mesa, o promotor Ricardo Manoel Castro, responsável pelo inquérito que apura irregularidades nas obras tocadas pelo governo de São Paulo para enfrentamento da crise hídrica, o geólogo Delmar Mattes, ex-secretário de Vias Públicas e de Obras da prefeitura de São Paulo na administração de Luiza Erundina e membro do Coletivo de Luta pela Água, o advogado Rafael Poço, da Aliança pela Água, e a engenheira sanitarista, Érika Martins, também do Coletivo de Luta pela Água.
 
Na quarta (11), o ex-procurador-geral de SP, Marcio Sotelo Felippe, o professor de Política Internacional da PUC-SP, Reginaldo Nasser, e o professor de Direito Constitucional da mesma instituição, Pedro Serrano, debatem a Lei do Terrorismo, a partir do texto aprovado pelo Senado (PL 101/2015), em 28/10, que deixa brechas para a criminalização dos movimentos sociais.
 
“Comunicações e novas tecnologias” é o tema do debate de quinta (12), que reunirá  o sociólogo Laymer Garcia dos Santos, professor titular do Departamento de Sociologia da Unicamp e membro do Centro de Estudos dos Direitos da Cidadania da USP, o jornalista Venício Lima, professor aposentado de Ciência Política e Comunicação da UnB, além de um representante do coletivo Fora do Eixo. 
 
O último debate da série, na sexta (13), enfrentará o tema “Impeachment e golpe”, com o jornalista, chargista e professor de Relações Internacionais da Universidade Federal do ABC, Gilberto Maringoni, o professor de Ciência Política da Unicamp e do Programa San Tiago Dantas de Pós-Graduação em Relações Internacionais, Sebastião Velasco,  e o professor da Universidade de Fortaleza e procurador-geral do município, Martonio Mont'Alverne Barreto Lima. 
 
Fórum 21
 
O Fórum 21 é um espaço de convergência e de debates em rede, horizontal, empenhado na conformação de sínteses programáticas que contribuam para a renovação do pensamento de esquerda no Brasil. 
 
Foi criado em São Paulo, em 12 de dezembro de 2014, a partir do diagnóstico de que, com o avanço em curso do conservadorismo, as representações de esquerda precisam romper os limites do diálogo no seu próprio campo e somar forças para os embates que virão. Hoje, já possui capítulos instalados em outras três capitais brasileiras: Brasília, Rio de Janeiro e Porto Alegre.
 
É composto por ativistas, partidos políticos progressistas e seus militantes, organizações populares, entidades da sociedade e por todos aqueles cidadãos e cidadãs que se disponham a ajudar na construção de uma plataforma comum que sirva aos avanços das conquistas sociais, ao alargamento da participação cidadã e à consolidação da democracia no Brasil.
 
Mais informações pelos telefones (11) 3371-6380 e 3371-6381, ou no site do Fórum 21

Nenhum comentário: