quinta-feira, 26 de novembro de 2015

FÁBIO NÓVOA: ILUMINANDO O CENÁRIO AO REDOR DO SENADOR DELCÍDIO DO AMARAL

(Foto: Internet)
Socorro Araújo será delcídio, com todos os holofotes por ser uma liderança do governo, a ponta do novelo que moro não gostaria de achar?

Comentário e comentários agora há pouco no Facebook:

Por Fábio Nóvoa (advogado) - no Facebook, em 26/11/2015


Acompanhe o raciocínio:
...
1 - Delcídio do Amaral foi diretor de gás da Petrobras nos anos 90, durante o governo FHC, e seu sub-diretor era Nestor Cerveró.


2 - Delcídio do Amaral conheceu Fernando Baiano, acusado de ser o operador da corrupção na Petrobras, justamente no período em que exercia diretoria da Petrobras, no governo 
FHC.


3 - Na época, Delcídio do Amaral era filiado ao PSDB de FHC.


4 - Delcídio do Amaral foi preso hoje com o banqueiro André Esteves.

5 - André Esteves é sócio do Banco Pactual.

6 - André Esteves também é amigo pessoal e padrinho de casamento de Aécio Neves, senador pelo PSDB de FHC.

7 - André Esteves é sócio de Pérsio Arida no Banco Pactual.

8 - Pérsio Arida também é sócio do banqueiro Daniel Dantas no Banco Opportunity.

9 - Pérsio Arida é 'economista guru' do PSDB de FHC.

10 - Pérsio Arida foi presidente do Banco Central ao longo do Governo FHC.

11 - Pérsio Arida foi marido de Elena Landau.

12 - Elena Landau foi consultora do Banco Opportunity.

13 - Elena Landau também foi "diretora de desestatização" do BNDES ao longo do governo FHC, tendo sido a executiva responsável pelas privatizações.

14 - Com financiamento do BNDES de Elena Landau, em 1997, no governo FHC, o Banco Opportunity de Pérsio Arida adquiriu a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

15 - A Cemig de Daniel Dantas é uma das financiadoras do dito Mensalão Tucano, que teria sido criado para a reeleição do então governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo, do PSDB de FHC.

16 - O dito Mensalão Tucano teve como operador o publicitário Marcos Valério (lembram dele?), e sabe quem está entre os acusados de ser beneficiário deste esquema de corrupção? Rá! Delcídio do Amaral.

Está claro para vocês o desenrolar dos acontecimentos recentes ou querem que eu desenhe o fato óbvio de que o caso de corrupção que está sendo investigado na Lava-Jato não começou em 2003 e não se encerra na Petrobras!?

[OBS: por favor, compartilhem até chegar ao Sr. Moro, porque parece que ele está por fora disso tudo aí.]



Comentários:


Socorro Araújo será delcídio, com todos os holofotes por ser uma liderança do governo, a ponta do novelo que moro não gostaria de achar?

Jadson Oliveira Companheiro Fábio Nóvoa, boa resenha. Só um pequeno reparo: segundo li nos nossos blogueiros progressistas (se não me equivoco, no DCM/Paulo Nogueira), o banqueiro, na verdade, não foi padrinho de casamento do Aécio. Mas não parece haver dúvida de que os dois são amigos, o André Esteves fez campanha por Aécio, tendo patrocinado um almoço com o então candidato do PSDB e empresários estadunidenses em Nova Iorque.

Firmo Guerra Agora sim o meu espanto aumenta, mas não a surpresa. Com esse "mapa" tão claro, como é que o Governo admite e leva a líder alguém com um currículo tão perigoso. Aonde está (ou estava) a estratégia política do Governo. Fica parecendo que fomos infiltrados e contaminados e pior, continuamos reféns de um partido que foi criado nas oficinas, nos carros de som, no grito dos trabalhadores e que agora parece ter sido entregue para alguns traidores de gravada. Quando vamos limpar o partido. ET: Se tivesse que ser filiado a algum partido seria ao Partido Comunista Brasileiro - PCB (Oficial).

Jadson Oliveira Mais: conforme um comentário irônico que vi na nossa blogosfera, o Lula é cheio de "amigos", de acordo com a narrativa partidarizada da nossa imprensa hegemônica, enquanto o Aécio é um homem solitário, não tem "amigos", coitado!

Jadson Oliveira Aproveitando o embalo do comentário do companheiro Firmo Guerra que entrou enquanto eu escrevia: acho que o PT pode ser considerado, de modo geral, menos ruim que outros (PSDB, PMDB, PSD, PR, DEM...), mas estou certo que está também cheio de malandros, oportunistas, gente que não tem qualquer compromisso com o interesse público, com os interesses coletivos do nosso povo. O tal do Delcídio é um belo exemplo, é só lembrar um pequeno (e gritante) fato: ele estava conspirando, com Serra e outros, para entregar a riqueza do pré-sal à sanha das transnacionais, conforme é noticiado cotidianamente na blogosfera.


Firmo Guerra Pois é a minha indignação (repito). É muito inocência dos nossos líderes maiores ou estamos com rabo preso.

2 comentários:

Militão disse...

Boa explanação, companheiro Fábio. Me parece que o "velho" PT tem muitos delcídios, que precisam ser denunciados. Grande Abraço. Militão

Jadson disse...

Att Fábio, o Militão aí, não sei se vc sabe, é o nosso querido companheiro Geraldo Guedes.