sexta-feira, 23 de outubro de 2015

PT COMEÇA POR SALVADOR CARAVANA EM DEFESA DO PARTIDO E CONTRA OFENSIVA GOLPISTA

(Foto: Agência PT de Notícias)

A proposta é dialogar com a população, movimentos sociais e militância; e percorrer as principais cidades do País ao longo dos próximos meses.

Por Danielle Cambraia, da Agência PT de Notícias, de 23/10/2015
Parlamentares do Partido dos Trabalhadores (PT) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciaram nesta quinta-feira (22), em Salvador (BA), uma caravana em defesa das lutas históricas da legenda. A proposta é dialogar com a população, movimentos sociais e militância; e percorrer as principais cidades do País ao longo dos próximos meses.
“Essa é uma reação do PT contra a agenda da direita, que tenta impor de qualquer maneira uma pauta negativa de ataques e ameaças na tentativa de criminalizar o partido”, justifica a coordenadora da caravana, a deputada federal Luizianne Lins (PT-CE).
De acordo com ela, a intenção é promover uma “ofensiva” para discutir a atual conjuntura política, avaliar e fazer autocríticas.
A ideia da caravana surgiu em uma conversa da bancada do PT com o ex-presidente Lula, que sentiram a necessidade de dialogar com o povo e com a militância da legenda para defender o partido e o governo da presidenta Dilma Rousseff.
A deputada afirma que diariamente o PT é atacado na Câmara dos Deputados pela direita brasileira que vem tendo esse tipo de comportamento devido a tentativa de desconstituir o governo da presidenta Dilma.
“Nós também vamos fazer um resgate da história do partido e mostrar que estamos em movimento, em alerta e que temos orgulho da nossa história e de sermos filiados ao PT. Esse é um movimento para mostrar nossa força e esclarecer o que muitas vezes a grande imprensa não fala”, reforça.
Para Luizianne Lins, apesar de o PT ser o principal partido de sustentação do mandato de Dilma, é preciso distinguir o governo da atuação do partido.
“Existem várias forças políticas dentro do governo e nós, que representamos a força política de esquerda, somos a maior delas. No entanto, partido é diferente de governo. O PT é uma instituição de características políticas próprias e, por isso, entendemos que nesse momento é importante fazer esse diálogo com a população”, conclui.

Nenhum comentário: