domingo, 26 de julho de 2015

COLÔMBIA: PRESIDENTE ANUNCIA SUSPENSÃO DE BOMBARDEIOS CONTRA AS FARC

Chefe de Estado colombiano diz que quer reduzir intensidade de conflito para favorecer diálogo de paz (Foto: EFE/Opera Mundi)

Mandatário já havia tomado medida semelhante em março, mas voltara atrás; guerrilha iniciou cessar-fogo unilateral há quase uma semana.


Do portal Opera Mundi - de São Paulo, de 26/07/2015
O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, decretou na noite de sábado (25/07) a suspensão dos bombardeios contra as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) por tempo indeterminado.
De acordo com Santos, as operações contra a guerrilha só poderão ser realizadas "por  ordem explícita do presidente".

Essa medida já havia sido tomada em março passado para reduzir a intensidade do conflito, mas foi revogada um mês mais tarde após um ataque da milícia no qual morreram 11 soldados.

Apesar dessa decisão, frisou Santos, o governo "continuará garantindo a segurança dos colombianos e o Estado de direito", perseguindo o crime. 
O mandatário também acrescentou que a medida será efetiva se "os acampamentos não constituírem ameaça para a população, polícia e infraestrutura".
Desde segunda passada (20/07), as FARC estão regidas por um cessar-fogo unilateral e indefinido. Um dia antes do início da trégua, a guerrilha entregou o subtenente do exército Cristian Moscoso Rivera, capturado no último dia 7 em combate, a uma comissão humanitária no sul do país.

Em resposta ao gesto, o governo colombiano anunciou a suspensão das ações militares contra os insurgentes para estabilizar a intensidade do conflito. Trata-se da primeira vez que Santos aceita reduzir as operações contra as FARC desde o início das negociações dos chamados diálogos de paz, que começaram em Havana (Cuba) em 2012.

Nenhum comentário: