quarta-feira, 17 de junho de 2015

HIPOCRISIA DA MÍDIA HEGEMÔNICA: DECAPITAR PRISIONEIRO, SE O GOVERNO É ALIADO DO IMPÉRIO, PODE

(Foto: Internet)
Desde que começou o ano (até o dia 26 de maio), 88 pessoas foram decapitadas na Arábia Saudita, número que já superou o total de execuções do ano passado. As decapitações do grupo rebelde Estado Islâmico têm impressionado a opinião pública ocidental. O regime wahabita saudita também aplica a morte por decapitação como parte de sua interpretação literal do Corão, mas como o rei da Arábia Saudita é aliado dos Estados Unidos, os meios de comunicação escondem as decapitações sauditas. No último dia 26, o Ministério do Interior da Arábia Saudita anunciou a decapitação de dois condenados por narcotráfico e um terceiro, por assassinato.

Notinha da capa do jornal argentino Página/12, edição impressa de 27/05/2015 (o título acima é deste blog


MÁ IMPRENSA


Do presidente equatoriano Rafael Correa: “Uma má imprensa é mortal para uma verdadeira democracia. E a imprensa latino-americana é péssima”.

Nenhum comentário: