segunda-feira, 8 de junho de 2015

EQUADOR: O “CASTIGO SOCIALISTA” DE RAFAEL CORREA

(Foto: Internet)
O presidente Rafael Correa desatou a ira do setor empresarial no Equador com um projeto para elevar os impostos sobre as heranças. Seus poderosos críticos o consideram como um “castigo socialista ao êxito econômico”. Se for aprovado (o  governo tem maioria na Assembleia Nacional), o herdeiro direto duma soma superior a meio milhão de dólares pagaria 21%, percentual que poderia chegar em média a 38% em outros casos. Este tal “castigo socialista” é de 55% no Japão, de 50% na Coreia do Sul, de 45% na França e de 40% nos Estados Unidos e Grã-Bretanha, todos eles países não tão socialistas.


De notinha da capa do jornal argentino Página/12, edição impressa de hoje, dia 8

Nenhum comentário: