segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

EVO MORALES AFIRMA QUE A CIA SE INFILTROU EM SEU PARTIDO


Por Dpa - reproduzido do site do jornal mexicano La Jornada, de 04/01/2015

La Paz - O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse neste domingo, dia 4, que a Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) conseguiu se infiltrar em seu partido, o Movimento Ao Socialismo (MAS), para "provocar divisão interna".

"Há presença da CIA dentro do MAS; como (eles) não podem fazer golpe a partir dos Estados Unidos (porque) o povo se levanta, como não podem ganhar democraticamente, então se infiltram e tratam de nos enfrentar", assegurou o governante numa entrevista concedida a meios estatais de comunicação.

O presidente explicou que a infiltração, sobre a qual não deu maiores detalhes, resultou na renúncia de dirigentes regionais de seu partido que pretendiam ser candidatos nas eleições de governadores e prefeitos, previstas para março.

"À infiltração da direita se soma a ambição de alguns militantes, que são tentados ou conquistados, o que os leva à traição", afirmou.

Morales, não obstante, espera que este ano se possam normalizar as relações entre a Bolívia e os Estados Unidos, afetadas desde 2008, quando ele mesmo ordenou a expulsão do embaixador norte-americano Philip Goldberg, a quem acusou de "ingerência em assuntos internos".

O chanceler boliviano David Choquehuanca informou em dezembro último que a Bolívia solicitou uma reunião entre Morales e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para promover a volta de embaixadores tanto em La Paz como em Washington.

Morales, que respaldou hoje as gestões de seu chanceler sem entrar em maiores detalhes, assegurou que não está arrependido de ter expulso de seu país o representante diplomático dos Estados Unidos.

Tradução: Jadson Oliveira

Nenhum comentário: