quinta-feira, 2 de outubro de 2014

MADURO ADVERTE: "TENTARÃO NOVAMENTE AÇÕES VIOLENTAS. NÃO NOS ENGANEMOS" (vídeo)




Presidente venezuelano Nicolás Maduro (Foto: Aporrea)

Em ato na Academia Militar, o presidente afirmou que a batalha das "guarimbas" (barricadas nas ruas com ações violentas) foi uma batalha superada, da qual ficaram grandes aprendizagens para o povo. "Sem dúvida alguma, eles tentarão novamente, não nos enganemos".

Por

Caracas - O presidente da República, Nicolás Maduro, expressou na terça-feira (dia 30) em cadeia nacional de rádio e TV que durante nove anos, o Comando Estratégico Operacional (CEO) da Força Armada Nacional Bolivariana percorreu um caminho importante de organização e treinamento militar.

Da Academia Militar Bolivariana, o chefe de Estado encabeçou o ato pelo nono aniversário do CEO. "São nove anos nos quais se desenvolveu de maneira progressiva a nova doutrina militar, o novo conceito estratégico de defesa da nossa pátria, que vai se impregnando na consciência e conduta da nossa Força Armada Nacional".

"Se percorreu um caminho muito importante de organização, reorganização, treinamento permanente", assegurou Maduro.

Durante a comemoração, Maduro condecorou os integrantes do CEO.

O presidente afirmou que a batalha das "guarimbas" (barricadas nas ruas com ações violentas) foi uma batalha superada, da qual ficaram grandes aprendizagens para o povo. "Sem dúvida alguma, eles tentarão novamente, não nos enganemos".

"Igualmente nos tocou desmascarar perante o país e o mundo este ataque de guerra econômica desta burguesia mafiosa (...) Não é pouca coisa o que se fez na batalha contra o contrabando e não é pouca coisa o que falta fazer. Não houve nem uma palavra com um pouco de racionalidade e honra de setores da direita, para reconhecer o papel que os senhores desempenham todos os dias na batalha contra o contrabando, acredito que não haverá tal palavra", disse.

Destacou que o general Henry Rangel Silva, governador do estado de Trujillo, e o general em chefe Vladimir Padrino López "foram os homens encarregados de conduzir esta nova etapa da construção da Força Armada, fomos testemunhas duma ação nova, dum desempenho quase perfeito em seu movimento operacional e na combinação dos sistemas de armas".

Tradução: Jadson Oliveira

Nenhum comentário: