sábado, 20 de setembro de 2014

RACISMO EXPLÍCITO: E A TORCIDA DO GRÊMIO MANTÉM SUA POSTURA VERGONHOSA (vídeo)



Esta repórter gaúcha reage com deboche ao término da entrevista do goleiro após o jogo em Porto Alegre (Foto: Luis Nassif Online)
"Quando praticamente um estádio inteiro, majoritariamente branco, vaia um jogador negro, como devemos chamar isso?"

"Quando parte de uma torcida, impedida de praticar injúria racial, insulta um negro chamando-o de 'veado', como rotular isso?"

Do blog do Cosme Rímoli - R7 - reproduzido do Luis Nassif Online, de 20/09/2014


Hipocrisia na arena do Grêmio. Torcedores humilham Aranha de novo. Só não usaram palavras racistas. E crescem os boatos de que o STJD vai recolocar o time na Copa do Brasil. Perdoar o racismo, os gritos de ‘macaco’, ‘preto fedido’…

Foi nojento. Tudo orquestrado, combinado. Bastou Aranha pisar no gramado da arena do Grêmio para começar. Inúmeros torcedores gremistas começaram a gritar todos os palavrões que sabiam. "Filho da puta, corno e veado" eram os prediletos. E não se continham com palavras. Vários mostraram os dedos médios das mãos. Em comum, a fisionomia de ódio ao goleiro santista.

"Nunca me senti tão mal em jogar em um lugar como me senti hoje. Vou ter de voltar outras vezes aqui, com tristeza. Mas foi bom para eu aprender. Esperava ser recebido de outra maneira. Porque eu acreditava que a grande maioria do torcedor gremista tinha repudiado, não concordado com aquelas atitudes (racistas). Mas pelo que vi hoje, eles concordam com tudo. Acham isso (o racismo) bonito. Mas eles seguem a vida deles e eu a minha."

O técnico Enderson Moreira perguntou ainda em Santos se Aranha queria jogar ontem contra o Grêmio, em Porto Alegre. Voltar ao estádio onde sofreu com racistas. E se envolveu em uma enorme polêmica que acabou com o banimento do clube da Copa do Brasil. O jogador insistiu que fazia questão de voltar. Tinha a certeza que seria apoiado pela maioria da torcida gremista. Iludido, pensou até que seria aplaudido. Uma reação que mostraria o quanto os gaúchos repudiariam os gritos de 'macaco' e 'preto fedido' dirigidos a ele.

Clicar aqui para ler toda a matéria no Luis Nassif Online:

Nenhum comentário: