terça-feira, 16 de setembro de 2014

O DIA EM QUE A ENTEADA DE GILMAR MENDES SALVOU A VIDA DE GENOÍNO




Larissa Feitosa (Foto: Internet)
Larissa Feitosa alertou o juiz da Vara de Execuções Penitenciárias (VEP), Bruno André Ribeiro, sobre o risco de morte de Genoíno. Mesmo assim, o juiz proibiu sua remoção para o INCOR.

Quando as promotoras do Distrito Federal e o juiz da VEP falaram dos supostos privilégios concedidos a José Dirceu e a Delúbio, ela ficou indignada: "Mamãe, isso é falso. Eles não têm privilégio algum".

Por Luis Nassif, no seu Luis Nassif Online, de 15/09/2014

Recebo telefonema de Guiomar Feitosa, esposa do Ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal) e mãe da psicóloga Larissa Feitosa.

Anos atrás, Guiomar foi alvo de acusações de nepotismo. Solicitou espaço no Blog para se defender. As explicações, satisfatórias, foram integralmente respeitadas e acatadas pelo Blog.

Em vista desse histórico, Guiomar solicita justiça para sua filha.

Na semana passada, Larissa foi alvo de reportagem no Estadão Online, informando ter sido uma das 16 pessoas readmitidas no serviço público do Distrito Federal pelo recém-eleito governador José Roberto Arruda, depois do ato espetaculoso de demitir 14 mil funcionários. A reportagem relacionava o episódio com a defesa apaixonada de Arruda, feita por Gilmar junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Em vez de informar sobre o currículo de Larissa, a assessoria de Gilmar enviou uma nota ao jornal esclarecendo que, na época da readmissão, Larissa ainda não era enteada de Gilmar. Por aqui, rebati mostrando que, naquele período, Guiomar e Gilmar se relacionavam e que a defesa recorria a uma mera formalidade como álibi.

Clicar para continuar lendo a matéria, que mostra o comportamento digno e corajoso da psicóloga:

Nenhum comentário: