terça-feira, 10 de junho de 2014

PROTESTO NA COPA: METROVIÁRIOS DE SP SUSPENDEM GREVE POR DOIS DIAS



Assembleia da segunda-feira à noite (Foto: Internet)

Reunião entre grevistas e governo não avançou nas propostas, mas metroviários decidiram interromper paralisação na capital

Na quarta-feira (dia 11), uma nova assembleia vai decidir se a capital paulista terá Metrô ou não na data da estreia da Copa

Por Ana Flávia Oliveira, iG São Paulo, de 09/06/2014 (21:11 - Atualizada às )

A cidade de São Paulo não terá nesta terça-feira (10) o sexto dia de greve do Metrô. Após reunião em que não houve avanço na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, no centro de São Paulo, os metroviários decidiram, em assembleia, voltar ao trabalho e, em nova assembleia, no dia 11, decidir se param no dia 12, data da estreia do Brasil na Copa do Mundo.  

"Voltamos imediatamente ao trabalho em respeito à população. Quando a gente decide fazer greve, fazemos greve. Quando a gente decide voltar a trabalhar, queremos voltar o mais rápido possível exatamente para atender melhor a população de São Paulo", disse o presidente do do sindicato dos Metroviários, Altino de Melo Prazeres Júnior.

Antes da votação, Prazeres pediu que os trabalhadores resistissem ao receio de demissão e votassem pela continuidade da paralisação. Ele insistiu pela readmissão dos 42 funcionários demitidos, que estavam presentes da assembleia. "Obviamente se readmitir os companheiros, não teremos greve dia 12", afirmou.

Entre as propostas apresentadas para votação estavam a manutenção da greve, o fim da greve ou a suspensão da paralisação até o dia 11. Venceu a última alternativa.

Nenhum comentário: