quarta-feira, 21 de maio de 2014

PARAGUAI: PARTIDOS PROGRESSISTAS OFICIALIZAM ALIANÇA NO SENADO

Fazem parte do acordo os partidos Frente Guasú, Partido Democrático Progressista, Avança País e Encontro Nacional, abrangendo 11 senadores.
 
Matéria do portal Nodal - Notícias da América Latina e Caribe, de hoje, dia 21

Com suas respectivas assinaturas, nove dos 11 senadores da Frente Guasú, Partido Democrático Progressista, Avança País e Encontro Nacional oficializaram ontem um acordo legislativo.

Ainda que a intenção é fazer frente aos partidos tradicionais, principalmente à ANR (Associação Nacional Republicana, que vem a ser o tradicional Partido Colorado, de direita, que voltou ao poder com o presidente Horacio Cartes), a multibancada está aberta ao diálogo com este partido e com o PLRA (Partido Liberal Radical Autêntico, também de direita).

O senador encontrista Eduardo Petta mencionou que o próximo passo é consensuar um eventual candidato à presidência do Congresso.

O bloco está formado, além de Petta, por Fernando Lugo (ex-presidente derrubado pelo chamado golpe parlamentar), Carlos Filizzola, Esperanza Martínez, Hugo Richer e Sixto Pereira.

Do PDP, Desirée Masi, Arnaldo Giuzzio e Pedro Santa Cruz, que esteve ausente da entrevista coletiva.

Do Avança País, Adolfo Ferreiro e Miguel López Perito. Este último tampouco participou por problemas de saúde.

Masi destacou o amadurecimento político, apesar das diferenças que tiveram, em alusão ao julgamento político do então presidente Fernando Lugo.

Como deputada, ela havia votado a favor, e ontem durante sua intervenção se referiu ao ex-bispo como “o presidente Lugo”.

Assim como havia manifestado numa entrevista ao jornal Última Hora, publicada no domingo passado, insistiu na sua preocupação pelo “projeto hegemônico” do presidente Horacio Cartes.

“Um projeto sectário que pretende governar somente para um pequeno grupo empresarial vinculado a ele mesmo e a seus sócios”, sentenciou.

A legisladora insistiu na necessidade de que o Senado se converta em controlador e contrapeso do Executivo e que atue com transparência.

Pontos de coincidência (Continua em espanhol)

Algunos senadores que integran esta multibancada, entre ellos los de Avanza País, habían acompañado la ley de Alianza Público-Privada.

En el acuerdo firmado se comprometen a recuperar el respeto de la Constitución Nacional. Se indica que la misma fue violentada por la Ley de APP y la de Seguridad Nacional. Acordaron impulsar nuevas propuestas.

También se habla de contribuir al debate nacional orientado a la reforma constitucional.

Como otro objetivo se menciona recuperar la credibilidad de la ciudadanía en el Congreso mediante mecanismos de rendición de cuentas (de prestação de contas).

Tradução: Jadson Oliveira

Nenhum comentário: