sábado, 17 de maio de 2014

LULA, AFINAL, ASSUME A LUTA CONTRA OS MONOPÓLIOS DA MÍDIA HEGEMÔNICA

(Foto: Ricardo Stuckert)

O ex-presidente nunca havia sido tão explícito na defesa da regulamentação do setor quanto no discurso com que abriu nesta sexta, dia 16, o 4o. Encontro Nacional de Blogueir@s e Ativistas Digitais.

"Daqui para frente, com quem eu falar e para quem eu falar, quando eu puder falar, essa será uma das primeiras prioridades, a regulação da Comunicação no país".

Do portal Carta Maior, de 16/05/2014, com o título "Lula se declara militante da regulação da mídia" (o título acima é deste blog)

O oligopólio da comunicação no Brasil ganhou definitivamente um crítico engajado - e de peso não negligenciável.

O ex-presidente Lula nunca havia sido tão explícito na defesa da regulamentação do setor  quanto no discurso com que abriu o 4º Encontro de Blogueir@s Progressistas e Ativistas Digitais, em São Paulo, iniciado nesta sexta (16).

No encontro, que se estende até o domingo, ele fez uma autocrítica dos tempos da presidência.  Lula admitiu que hoje sua consciência sobre a regulação é muito superior "a que eu tinha ontem".

O compromisso de recuperar o tempo perdido, porém, é contundente.

Senhores donos das corporações, a defesa da regulação fundiu-se  à agenda da maior liderança política do Brasil, de uma vez por todas.

Foi o que Lula disse aos blogueiros em compassada promessa: 'Daqui para frente, com quem eu falar e para quem eu falar, quando eu puder falar, essa será uma das primeiras prioridades, a regulação da Comunicação no país’.

Os dias que correm, de maciça barragem de fogo contra o governo e o PT, apenas fizeram reforçar no ex-presidente  a pertinência dessa mudança.

 A ausência de pluralidade no sistema brasileiro de comunicação é encarada por ele como uma das mais perigosas ameaças à vida política e à democracia. E, portanto, um dos obstáculos mais sérios ao debate necessário sobre os desafios da sociedade e de seu desenvolvimento.

Para ler mais na Carta Maior:


Nenhum comentário: