segunda-feira, 26 de maio de 2014

COLÔMBIA: ATUAL PRESIDENTE E CANDIDATO URIBISTA IRÃO DISPUTAR O SEGUNDO TURNO



Zuluaga fala à imprensa após votar em colégio eleitoral de Bogotá. Político pertence ao partido de direita Centro Democrático, liderado pelo ex-presidente Álvaro Uribe  (Foto: EFE/Opera Mundi)
Outro personagem importante da eleição foi a alta abstenção: cerca de 60% dos colombianos não votaram

Por Opera Mundi, de São  Paulo, de 25/05/2014


O candidato do Centro Democrático, Óscar Iván Zuluaga, é o mais votado nas eleições presidenciais realizadas neste domingo (25/05) na Colômbia, com 29,27% dos votos, seguido de perto pelo presidente Juan Manuel Santos, com 25,63%, quando já foram apurados 99,51% dos sufrágios. 

Com isso, o atual presidente e Zuluaga, apadrinhado pelo ex-presidente Álvaro Uribe, disputarão a presidência em um segundo turno programado para o próximo dia 15 de junho.

Em terceiro lugar aparece Marta Lucía Ramírez, do Partido Conservador, com 15,55%, seguida pela esquerdista Clara López, do Polo Democrático Alternativo (PDA), com 15,28%; e Enrique Peñalosa, da Alianza Verde, com 8,33%. Outro personagem importante do pleito foi a alta abstenção: cerca de 60% dos colombianos aptos a votar não foram às urnas (lá o voto não é obrigatório). 

A jornada eleitoral se caracterizou pela tranquilidade, sem incidentes graves de nenhum tipo, como consequência do cessar-fogo unilateral decretado pelas guerrilhas. Santos - economista de 62 anos que é forte aliado dos EUA -, fez progresso nas conversas de paz com as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), o que é considerado um marco da sua presidência. Ele promete chegar a um acordo definitivo se for reeleito para um segundo mandato de quatro anos.

Já Zuluaga vem atacando fortemente o processo, dizendo que o governo daria a guerrilheiros imunidade judicial em troca do desarmamento. "Não se pode fazer com que a paz dependa de defender as FARC, como esse governo quer", disse Zuluaga, um ex-ministro de Finanças de 55 anos, em debate presidencial ocorrido na última quinta-feira. Toda a campanha foi marcada por uma forte troca de acusações e denúncias mútuas

2 comentários:

Vicente Duque disse...


Juan Manuel Santos se enterró en un gran hoyo y para salir de el está excavando más y más.

Santos puede estar excavando su propia tumba política al persistir en los mismos errores que lo enterraron el Domingo 25 de Mayo del 2014 en la primera vuelta electoral presidencial.

El pueblo Colombiano votó contra la mala educación, la grosería, el extremismo y el sectarismo de JM Santos. Y en el discurso después de conocer esta primera derrota Santos se vuelve más sectario y extremista.

Dice que sus rivales políticos quieren una "Guerra Sin Fin" y que quieren "Guerra con los Vecinos de Colombia".

Juan Manuel Santos es su propio "MEJOR ENEMIGO".


Soy Vicente Duque

Y desarrollo el Blog :

TIRANIAS.COM

para combatir la Tiranía en Venezuela y la tiranía de las FARC en Colombia

Jadson disse...

Caro Vicente Duque, gracias por tu participación en mi blog. Pero, yo lo siento, mis critérios políticos son bien distintos de los tuyos. Estoy siempre a favor de la izquierda. Por ejemplo, mi candidata predilecta en Colombia era Clara López, del Polo Democrático Alternativo e Unión Patriótica.
Entre los dos, Santos y Zuluaga, yo prefiero Santos porque con él puede seguir el diálogo de paz con las FARC.