segunda-feira, 19 de maio de 2014

AMÉRICA LATINA: A INTEGRAÇÃO TAMBÉM É NECESSÁRIA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO



O documento do encontro contempla, entre outros compromissos, promover a comunicação conjunta dos meios públicos da região na luta contra a manipulação da informação.

Buenos Aires, 18 maio (Agência Prensa Latina) - Os meios podem contribuir cada vez mais com a integração que se gesta hoje na América Latina, lembraram diretores de emissoras de rádio e televisão públicas de 12 países que se reuniram em Mar del Plata, Argentina.

A diretora de Relações Internacionais do Instituto Cubano de Rádio e Televisão (ICRT), Katiuska de Homem Cabrera, disse para a Prensa Latina que essa foi a tese que prevaleceu no Encontro de Meios Públicos da América Latina.

Esse evento se desenvolveu no marco do evento Mercado de Indústrias Culturais do Sul, MICSUR 2014, que foi inaugurado na quinta-feira passada pela nova ministra da Argentina, a compositora Teresa Parodi (O Ministério da Cultura foi criado recentemente na Argentina)..

Os participantes se comprometeram a trabalhar em um plano dirigido a integrar 32 meios públicos dos 12 países que intervieram no fórum realizado na quinta-feira e sexta-feira, assinalou Katiuska, que viajou nesta madrugada para Havana.

"Assinamos uma Declaração Final, que tem a proposta de impulsionar e fortalecer todas as iniciativas que atualmente se encontram em desenvolvimento no processo de integração regional", apontou Katiuska.

No encontro estiveram presentes os responsáveis pelas rádios e televisões públicas da Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Chile, Cuba, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

O documento do encontro contempla, entre outros compromissos, promover a comunicação conjunta dos meios públicos da região na luta contra a manipulação da informação.

Também chama a impulsionar a construção de um modelo próprio de comunicação pública para a América Latina que atue pela paz e em defesa da humanidade e dos projetos populares e nacionais.

Na inauguração do evento, a ministra Parodi disse que "o papel dos meios é hoje definidor na construção de um país e cada vez mais essencial sua contribuição à integração regional".

"Os meios fazem possível a visibilidade de toda a diversidade que existe e que tem sido relegada pelo modelo imperante e pela globalização", opinou a recente titular e destacou que "aprendemos a construir nossos próprios espaços alternativos nos quais debatemos e pensamos nosso países".

Nenhum comentário: