terça-feira, 15 de abril de 2014

'O GLOBO' TENTA DETONAR O 'TIJOLAÇO': ESSES IRMÃOS MARINHO...



Como O Globo pode ajudar a manter o Tijolaço

Por Fernando Brito, n’o Tijolaço, em 14.04.2014 - reproduzido do blog Viomundo

Soube que o jornal O Globo está procurando uma associação entre este blog e publicidade oficial ou financiamento por algum órgão público, empresa ou político.

Então, vou facilitar a vida do colega escalado para fazer o “serviço”.

O Tijolaço sempre foi registrado em meu nome.

Já tentei fazer algumas parcerias para editá-lo, infelizmente, mal-sucedidas.

Ele é uma microempresa – Blog Tijolaço Comunicação Ltda ME , CNPJ 19.438.674/0001-09 – que recebe e paga exclusivamente através da conta corrente 50629-X, agência 1578-4, do Banco do Brasil.

Dela, somos sócios eu e Miguel do Rosário. Apenas, ninguém mais.

Disponho aqui, e usarei, do extrato bancário da conta que foi, finalmente, aberta em fevereiro, depois de muita burocracia, onde se verá que as únicas entradas de dinheiro em nossa conta são provenientes de depósitos modestos de nossos leitores (à exceção de dois, feitos por pessoas que tiveram a generosidade de depositar R$ 500 e R$ 1 mil). Todos entre R$ 10 e R$ 200, além de transferências do Pay Pal (assinatura por cartão de crédito) e R$ 4.600 provenientes de anúncios do Google, além de um único frila que fiz para uma empresa privada, referente à pesquisa de dados na Internet.

Nunca houve qualquer outra conta bancária, pagamento ou recebimento do Tijolaço.

Teria todo o direito, de, com quase quatro milhões de pageviews no mês passado, receber publicidade. Mas anunciantes, públicos ou privados, se retraem e tem medo de veicular nos blogs e ficarem “mal-vistos”.

Também usarei, se necessário, meu próprio extrato bancário, demonstrando que “comi”, no ano passado, o que havia economizado nos tempos em que tive cargo público e, muito embora engravatado, vivi modestamente, almoçando no “a quilo” Sertão e Mar, ali na Vila Planalto, em Brasília, que talvez algum de seus repórteres em Brasília possa conhecer dos tempos de vida dura.

Se o jornal estiver interessado em documentos comprometedores ou em alguma relação profissional que tive no passado, terei prazer em exibir os contracheques de pagamento feitos a mim por O Globo em 1978 – a data é esta, mesmo.

Basta me mandar um e-mail e marco dia e hora, em local público, para mostrar todos os documentos, desde que o jornal os publique.

E eu também os publicarei aqui.

Não apenas não recebi para participar da entrevista com Lula como ainda paguei a passagem do meu bolso, que anda apertadíssimo.

Se for uma matéria simplesmente jornalística, ótimo, a casa agradece.

Sobre minhas posições políticas, estão no blog, públicas, publicadas e assinadas.

Sobre quem financia o blog, agora também estão.

Não há nada o que esconder.

Mas não vou ser ingênuo de não entender que, mais importante do que a intenção do repórter é o desejo do jornal.

Agora, se O Globo pensa em se vingar do Tijolaço porque eu revelei – depois de 20 anos – ter redigido o texto do direito de resposta de Leonel Brizola na Rede Globo, meu desejo ardente é o que publique qualquer insinuação sobre nós.

Será, afinal, uma forma de ajudar a financiar este blog, porque será movido, imediatamente, um processo contra a empresa.

Aqui não tem ninguém medroso, que dobre os joelhos quando ouve o nome da Globo.

Tive vinte e dois anos de escola com Leonel Brizola, não vou desaprender agora.

Se algum repórter me procurar, será muito bem atendido, mas as informações já estão públicas.

PS do Viomundo: Você vai ficar aí parado, enquanto os irmãos Marinho atacam e tentam destruir a blogosfera? Ajude-nos ou você vai ficar falando no deserto!

Nenhum comentário: