sábado, 29 de março de 2014

PESQUISA NO BRASIL: MAIORIA DA POPULAÇÃO ACHA MULHER CULPADA POR ESTUPRO



Brasileiro rejeita violência contra mulheres, mas diz que comportamento e roupas delas têm influência no número de estupros. Apenas 10% desses crimes são notificados (Foto: Correio do Brasil)
Por Correio do Brasil, com DW - de Brasília, de 28/03/2014


Mesmo com a ampliação dos debates sobre violência contra mulheres e iniciativas como a Lei Maria da Penha, de 2006, a sociedade brasileira ainda mantém opiniões machistas e acha que o comportamento da mulher tem influência no número de estupros, segundo uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Os pesquisadores pediram que os entrevistados dissessem se concordavam ou não com frases como “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas” e “se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros”. Para a primeira, 65% dos entrevistados disseram concordar total ou parcialmente. Para a segunda, o percentual é de 58,5%.

Os dados sobre a percepção acerca da violência contra a mulher são do Sistema de Indicadores de Percepção Social (SIPS), do Ipea, divulgado nesta quinta-feira em Brasília.

- Esse é um resultado extremamente preocupante, que remete mais uma vez à mentalidade patriarcal que ela leva a esse tipo de percepção – comentou o diretor de estudos e políticas sociais do Ipea, Rafael Osório. “É extremamente desanimador constatar que, depois de tanto progresso, ainda encontramos essa percepção amplamente disseminada.”

Apesar do cenário predominantemente machista, o estudo também mostrou que 90% da população concorda que homens que agridem mulheres devem ser punidos com a prisão.

Para ler mais no Correio do Brasil:

Nenhum comentário: