terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

ORGANIZAÇÕES GLOBO PROMOVEM OFENSIVA CONTRA MARCELO FREIXO: "É UM ATAQUE SÓRDIDO E COVARDE", REAGE

Marcelo Freixo. Foto: CartaCapital
Marcelo Freixo (Foto: Carta Capital)
Freixo: “E como não vão ter a dignidade e a grandeza de se retratar, começam a buscar novas acusações”.

Reproduzido do blog Fazendo Media: a média que a mídia faz, de 11/02/2014

Após receber dois ataques seguidos ao seu trabalho como defensor dos direitos humanos, envolvendo inclusive outros ativistas, o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) reagiu e denunciou a série de ações políticas, levadas a cabo pelos meios de comunicação das Organizações Globo.

No primeiro episódio, um advogado que já defendeu líderes milicianos e que atualmente defende um dos suspeitos de participar dos incidentes que levaram à morte de um cinegrafista no Rio de Janeiro deu declarações públicas tentando vincular o ocorrido a Freixo.

Na versão repercutida pela TV Globo em rede internacional, Jonas Tadeu Nunes (OAB/RJ 49.987) teria recebido, segundo ele próprio, uma ligação dentro de uma delegacia em que uma outra pessoa atribuía um dos autores do disparo do rojão que matou o cinegrafista ao deputado estadual.

A afirmação não foi confirmada pela pessoa que, segundo o próprio Jonas, teria passado a informação – uma ativista de direitos humanos conhecida como Sininho.

“Sem qualquer materialidade ou indício, isso vira uma matéria de cinco minutos no Fantástico”, lembrou Freixo na tribuna da Assembleia Legislativa. “É fantástico”, ironizou.

A participação da TV Globo, afirmou Freixo, foi decisiva. “É inacreditável a que ponto chegou a irresponsabilidade de parte do jornalismo do Rio de Janeiro. Sem qualquer materialidade, sem qualquer comprovação. Algo que ninguém nunca viu chamado termo de declaração é expedido pelo delegado, (…) entregue ao advogado, que imediatamente sai da delegacia, procura especificamente e exclusivamente uma repórter da TV Globo e o entrega nas mãos dessa repórter.”

A repórter da TV Globo foi a única que recebeu o termo de declaração do advogado, segundo a própria repórter. “O que está por trás dessa manobra absolutamente sórdida?”, questionou.

Após conseguir emplacar a pauta na TV Globo, Jonas Tadeu pediu “desculpas” em entrevista à rádio CBN. A TV Globo ainda não se retratou.

Clicar para ler mais e ver vídeo de 10 minutos com discurso de Freixo:

Nenhum comentário: