sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

MENSALÃO: DOEI R$ 100 A DIRCEU COMO PROTESTO CONTRA ILEGALIDADES DO STF




Agora sabemos que o STF é tão falho como qualquer outra instituição nacional. É humano, é frágil, é passível de erros e seus ministros se vergam a pressões da mídia, do poder econômico e do mundinho classe média, reacionário, moralista e preconceituoso em que eles e suas famílias circulam.

Por Miguel do Rosário, de 28/02/2014 (enviado pelo companheiro Geraldo Guedes, de Brumado-Bahia)

Reproduzo abaixo uma carta de leitor, na qual ele explica porque doou R$ 100 para José Dirceu pagar sua multa.
Acho que ela nos ajuda a entender porque o clima está mudando, e o exército de coxinhas úteis, que a Globo achava ser seu último trunfo para enquadrar para sempre o STF, não está mais sozinho na praça. Há cada vez mais gente crítica ao que a mídia fez durante a Ação Penal 470, essa pressão espúria, ameaçadora, sobre a consciência dos ministros do STF.

Há uma vantagem nessa confusão toda armada por este julgamento político feito pelo STF, sobretudo por Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes, os ministros mais histericamente midiáticos. Eles conseguiram a proeza de dessacralizar a suprema corte, que era a última virgem do puteiro. Não é mais. Agora sabemos que o STF é tão falho como qualquer outra instituição nacional. É humano, é frágil, é passível de erros e seus ministros se vergam a pressões da mídia, do poder econômico e do mundinho classe média, reacionário, moralista e preconceituoso em que eles e suas famílias circulam.

Por isso, é tão importante que os internautas, cidadãos brasileiros cujo voto e cuja dignidade valem tanto quanto a de qualquer jurista importante, colunista de jornal ou mesmo ministro do Supremo, estejam hoje expressando, com mais liberdade e mais coragem, a sua opinião política.

A esculhambação do STF promovida por ministros comprometidos antes com a mídia do que com a justiça está tirando os brasileiros da zona de conforto e trazendo-os para o centro da arena política, com olhos injetados de indignação.

Mas esses brasileiros são alfabetizados politicamente e democráticos. Não são idiotas de máscara quebrando pontos de ônibus e orelhões. Usam a inteligência.

À carta do leitor, que é meu xará, Miguel Freitas.

Porque doei 100 reais para a vaquinha do Zé Dirceu

Por Miguel Freitas, internauta

1) Porque mesmo que o Dirceu fosse um babaca, isso não permite que ele seja condenado sem provas.

2) Porque ele segue preso em regime fechado ILEGALMENTE mesmo tendo sido condenado ao regime semi-aberto.

3) Porque o Barbosa trocou ILEGALMENTE o juiz responsável pela execução penal do Dirceu por considerar que o antigo seria muito bonzinho (“Pelo menos na Constituição que eu tenho aqui em casa não diz que o presidente do Supremo pode trocar juiz, em qualquer momento, num canetaço” – presidente da Associação dos Magistrados do Brasil)

4) Porque todas as auditorias realizadas sobre as notas da Visanet demonstram que o dinheiro NÃO foi desviado e sim gasto em campanhas publicitárias. Dos R$ 74 milhões da Visanet, por exemplo, R$ 5 milhões foram para a Globo e outros tantos para promover um encontro de magistrados em Salvador, com participação do então presidente do STF.

5) Porque o Procurador Geral e o Barbosa ESCONDERAM o laudo 2828 da Polícia Federal que inocentava Pizzolato (ao mostrar quem realmente liberava o dinheiro da Visanet). O laudo 2828 era de conhecimento de Barbosa desde junho de 2007, porém só é anexado ao processo em novembro, ou seja: eles esperaram que os outros ministros votassem às cegas a aceitação da denúncia para só então anexar o laudo ao processo (ocultação de provas).

6) Porque o Procurador Geral MENTIU por escrito em sua denúncia ao dizer que o laudo 2828 da Polícia Federal confirmava que Pizzolato e Gushiken beneficiaram a empresa de Marcos Valério. Na verdade, o nome de Pizzolato não aparece nem uma única vez no laudo 2828, o que é facilmente verificável uma vez que ele está disponível na íntegra na internet.

7) Porque o Barbosa inacreditavelmente MENTIU para todos os outros ministros do STF ao dizer que o inquérito 2474 (também conhecido como “gavetão”) deveria permanecer em sigilo por não ter relação com os fatos investigados na AP470. Ele disse, com todas as palavras, que o 2474 não tratava do Banco Rural. Essa mentira está registrada em um vídeo de 2011 disponível no youtube.

8) Porque os presos foram enviados ILEGALMENTE para Brasília com o único objetivo de produzir um show midiático, uma vez que a legislação determina que a pena seja cumprida próxima ao domicílio do condenado.

9) Porque eu me junto a alguns dos maiores juristas brasileiros como o Celso Bandeira de Melo, que doou para a vaquinha do Genoíno e denunciou uma série de irregularidades do processo, ou Ives Gandra Martins, um anti-petista histórico que reconheceu que o Dirceu foi condenado sem provas.

10) Porque é inaceitável que, depois de todas as provas virem a público, um ministro do STF como o Gilmar Dantas ainda tenha a cara-de-pau de passar recibo por escrito de uma mentira (“o mensalão desviou mais de R$ 100 milhões”), e ainda por cima acusar os doadores de estarem lavando dinheiro.

11) Porque a doação é uma forma de protesto legítima contra todas essas arbitrariedades.

12) E finalmente, porque o dinheiro é MEU, recebido pelo meu trabalho assalariado, com imposto de renda devidamente descontado na fonte. Não vai ser um ministro do STF que comprou apartamento de 1 milhão em Miami declarando apenas 10 dólares para não pagar imposto (Barbosa), ou mesmo outro ministro que é dono de um instituto com inúmeros contratos sem licitação com o governo (Gilmar), contratos estes questionados pelo TCU, que terão moral alguma para reclamar da minha doação.

abraços,
Miguel Freitas

Nenhum comentário: