segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

ELEIÇÕES NO EQUADOR: OPOSIÇÃO VENCE EM TRÊS IMPORTANTES CIDADES, INCLUSIVE QUITO

Mauricio Rodas (de camisa azul) comemora eleição para a prefeitura de Quito. Ele obteve quase 60% dos votos (Foto: EFE/Opera Mundi)

O presidente Rafael Correa reconheceu "o importante revés na capital, algo que será preciso analisar"

Por Opera Mundi, de 23/02/2014

A oposição de direita venceu as eleições deste domingo (23/02) para as prefeituras de Quito, Guayaquil e Cuenca -- as três principais cidades do Equador -- o que representa um revés para o presidente Rafael Correa desde sua chegada ao poder, em 2007. De acordo com o chanceler equatoriano, Ricardo Patiño, porém, a soma dos votos totais foi favorável ao governo.
 
Em Quito, cidade de 2,2 milhões de habitantes, o opositor Mauricio Rodas, de 39 anos, obteve 58% dos votos, contra 40% para o atual prefeito, Augusto Barrera, segundo as projeções baseadas na boca de urna. Ao lado de Correa, o prefeito de Quito admitiu a derrota: "reconhecemos e estamos encarando diretamente os resultados atribuídos" pelas projeções, disse Barrera na sede da Aliança País.
 

O presidente, que chegou a pedir licença de suas funções para se dedicar às eleições,  também reconheceu "o importante revés na capital, algo que será preciso analisar", mas destacou que a Aliança País conquistou vários governos provinciais nas eleições deste domingo.
 

Rodas, eleito em Quito pela coalizão Suma Vive, pediu uma "transição ordenada" e felicitou Barrera por "reconhecer democraticamente" o resultado. "Quito não é apenas de uma cor, é de todas as cores. Hoje venceu a dignidade" dos cidadãos, proclamou Rodas para centenas de partidários reunidos na sede de seu partido.

Nenhum comentário: