quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

APOLOGIA DA VIOLÊNCIA NA TV: DIREITISTA DO SBT SERÁ "LINCHADA"?



Por Altamiro Borges, no seu Blog do Miro, de 06/02/2014

O vídeo acima confirma que a nova musa da direita nativa, Rachel Sheherazade, apresentadora do SBT, é um perigo para a sociedade brasileira. Utilizando-se de uma concessão pública de tevê, ela já havia pregado a criminalização dos jovens da periferia que organizam os “rolezinhos” nos shopping centers. Ela também já havia esbravejado outras besteiras preconceituosas e reacionárias. Mas nesta terça-feira (4), ela se superou no telejornal da emissora ao fazer explícita apologia dos linchamentos. Agora, porém, Rachel Sheherazade poderá ser linchada pelas suas atitudes irresponsáveis. O Partido Socialismo e Liberdade (Psol) decidiu registrar no Ministério Público uma representação contra a perigosa bravateira.

Para o deputado Ivan Valente, líder do Psol, não resta dúvida de que a jornalista cometeu grave ilegalidade. “Em pleno meio de comunicação, em horário nobre, foi feita a apologia de crime. Essa jornalista simplesmente disse que tem razão os vingadores que fizeram justiça com as próprias mãos, porque a polícia está desmoralizada, a Justiça não opera e é necessário voltar ao Velho Oeste... Defendo a total liberdade de imprensa, mas não a liberdade para mandar torturar, matar, assassinar e fazer justiça com as próprias mãos e ser anticonstitucional, ilegal e aplaudida, para quê? Atrás do Ibope, atrás do medo da população”. A representação do Psol também será estendida a própria emissora de Silvio Santos.

Diante da repercussão negativa das bravatas fascistóides da apresentadora, a direção do SBT parece que sentiu o baque e decidiu rifar a figura. Em nota oficial divulgada nesta quarta-feira (5), a emissora afirma que “a opinião é de total responsabilidade da jornalista e comentarista do SBT Brasil. A emissora respeita a liberdade de expressão de seus comentaristas, porém ressalta que a opinião é da mesma, e não do SBT”. A resposta, porém, não convence. O SBT é uma concessão pública e deve respeitar a legislação em vigor no país. A apologia à violência é um crime grave e os seus responsáveis, tanto a jornalista como a emissora, devem ser punidas! Será que o Ministério Público será rigoroso no caso? A conferir!

Para entender o caso
 

Na última sexta-feira, um jovem suspeito de praticar furtos na zona sul do Rio de Janeiro foi encontrado amarrado nu a um poste na Avenida Rui Barbosa, região do Flamengo. Acorrentado por uma trava de bicicleta, ele foi cruelmente espancado e ferido com uma facada na orelha. Só foi salvo graças à ação de uma moradora indignada da região. O adolescente explicou que foi agredido por um grupo batizado de “Os Justiceiros”. A polícia já prendeu 14 pessoas suspeitas de participarem da agressão. Uma delas confessou que o bando “caça ladrões” na região. Dias depois, na terça-feira, a fascistóide Rachel Sheherazade defendeu o linchamento e a ação deste grupo criminoso.

Nenhum comentário: