sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

"CONTINUO PRESO A..." (tirinha)

- Primeiro estive preso à família originária
- Depois, à religião
- Me libertei. Custou muito, mas me libertei
- Logo depois me prendi a uma segunda família
- E a dívidas. E à culpa por me haver libertado da segunda família
- Mas me libertei de tudo. De tudo. Agora o universo era meu. A voar
- Mas não. Continuo preso a...


(Tirinha do jornal argentino Página/12, edição de 27/01/2014)

Clicar sobre a imagem para ver maior

Nenhum comentário: