segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

VENEZUELA: CHAVISMO CONQUISTA A MAIORIA EM ELEIÇÕES MUNICIPAIS

Maduro discursa ao lado do prefeito reeleito do município Libertador (o mais importante dentre os cinco municípios que compõem Caracas), Jorge Rodríguez, após divulgação dos resultados (Foto: EFE/Opera Mundi)
Henrique Capriles, líder da oposição, fala após divulgação dos resultados das municipais: Venezuela é um país “dividido”, que clama por um diálogo (Foto: EFE/Opera Mundi)
Oposição teve menos votos em comparação com presidenciais de abril: PSUV e aliados tiveram 49,24% do total

Por Luciana Taddeo, de Caracas, no Opera Mundi, de 09/12/2013

Passavam das dez da noite e quatro horas do início do fechamento dos centros eleitorais na Venezuela quando a presidente do CNE (Conselho Nacional Eleitoral), Tibisay Lucena, difundiu o primeiro boletim com resultados parciais das eleições municipais realizadas domingo (08/12). Na disputa por prefeituras, o chavismo manteve a maioria dos municípios, com 196 dos 257 onde os resultados já eram considerados irreversíveis, e obteve a maioria dos votos.

A coalizão opositora MUD (Mesa de Unidade Democrática), liderada pelo governador do Estado de Miranda Henrique Capriles, ganhou, por sua vez, 53 prefeituras, conseguindo reeleição em grandes centros urbanos como Maracaibo, capital do estado petrolífero de Zulia, e o Distrito Metropolitano que engloba os cinco municípios de Caracas. Outras organizações políticas conseguiram vitória em oito prefeituras, segundo Lucena.
 

Os opositores, que encaravam o pleito municipal como um plebiscito acerca do apoio ao governo, ficaram mais aquém em número de votos em comparação com as presidenciais de 14 de abril deste ano, quando o presidente Nicolás Maduro derrotou Capriles por 225 mil votos (1,5%) . Oito meses depois, o PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela) e seus aliados obtêm mais de 5,1milhões de votos (49,24%), enquanto as alianças opositoras conseguem 4,4 milhões (42,72%).

Nenhum comentário: