domingo, 17 de novembro de 2013

CHILE: BACHELET DISPARADA NA FRENTE, MAS HAVERÁ SEGUNDO TURNO

Não houve surpresas com a primeira experiência de voto não obrigatório, vamos ver o percentual de abstenções; estavam aptos a votar 13,5 milhões de eleitores para presidente e para o parlamento (Foto: Página/12)
De Salvador (Bahia) - Conforme noticiaram há pouco o jornal argentino Página/12 e o site da TV Telesur, o Serviço Eleitoral chileno informou que, computados os votos de quase 70% das urnas, a ex-presidenta chilena Michelle Bachelet, candidata da coalizão Nova Maioria (de centro-esquerda), lidera os resultados com 46% dos votos.

Não é suficiente, porém, para obter a maioria absoluta, tendo portanto de disputar o segundo turno, em 15 de dezembro, com a postulante da direita, Evelyn Matthei (apoiada pelo governo de Sebastián Piñera), que chega aos 25%. Em terceiro lugar está o candidato considerado independente Franco Parisi (de direita), com quase 11%, e em quarto Marco Enríquez Ominmai (de centro-esquerda), com 10%.

Nenhum comentário: