terça-feira, 1 de outubro de 2013

VENEZUELA: MADURO ORDENA EXPULSÃO IMEDIATA DE TRÊS DIPLOMATAS NORTE-AMERICANOS


Maduro anunciou nesta segunda-feira (30/09) a expulsão de três diplomatas norte-americanos (Foto: EFE/Opera Mundi)

Motivos para expulsão são suposto financiamento da “extrema direita” no país e planos de “sabotagem elétrica”


Por Luciana Taddeo, no Opera Mundi, de 30/09/2013

O presidente Nicolás Maduro anunciou, nesta segunda-feira (30/09), a expulsão imediata de três diplomatas norte-americanos do território venezuelano, por suposta implicação com o financiamento da “extrema direita” no país e em planos de “sabotagem elétrica”.

“Os funcionários têm 48 horas para sair do país. Fora da Venezuela, ‘yankees go home’. Já basta de abusos contra a dignidade da pátria”, disse Maduro, durante um ato militar no estado venezuelano de Falcón. Disse ao chanceler Elías Jaua que proceda de imediato a expulsá-los do país.

O presidente venezuelano afirmou não se preocupar por possíveis ações de represália do governo norte-americano após a medida. “Não vamos permitir que um governo imperial venha trazer dinheiro e ver como param as empresas básicas, como cortam a eletricidade para parar toda a Venezuela, o que é isso?”, questionou.  
Segundo Maduro, o governo venezuelano detectou, após um “acompanhamento de vários meses”, que um grupo de funcionários da embaixada dos EUA no país estaria se reunindo com setores da “extrema direita” para financiá-los e incentivá-los a ações para sabotar o sistema elétrico e a economia venezuelana.


Para ler mais:

Nenhum comentário: