sábado, 26 de outubro de 2013

OS BLACK BLOCKS (o debate continua)

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Para inaugurar o Correspondente Orbenon, escolhemos para o post inicial um tema que está em evidência nas manchetes nacionais. Vamos falar um pouco sobre a Estratégia Black Block.
 
(Este blog Evidentemente já publicou vários textos sobre os black blocks com diferentes abordagens e opiniões. Segue mais um):

Definição
Com a grande onda de manifestações que estão ocorrendo no país desde junho, surgiram no Brasil os grupos Black Blocks. Eles são formados por jovens mascarados e vestidos de preto que andam em grupo no meio de protestos. Diferente dos demais manifestantes, eles agem com violência e vandalismo para chamar atenção das autoridades e lutar pelas causas em que acreditam. Eles são divididos em células e não possuem lideres específicos. Se organizam através das mídias sociais onde contam com o anonimato e não possuem uma causa específica. O motivo da reivindicação pode variar de acordo com o grupo.

Em tempo, é importante informar que a polícia não está trabalhando apenas com a descrição acima. Existe uma linha investigativa de que algumas células Black Blocks seguem um comando central com objetivos ainda não revelados, mas como em qualquer investigação, é necessário que existam evidências e provas.

Quanto à atuação dos Black Blocks as opiniões se dividem 

Alguns enxergam essa tática como válida perante a injustiça social existente no Brasil. Geralmente são pessoas que estão descrentes com a política e com a justiça brasileira, e acreditam que a única forma fazer algo acontecer é através de meios mais enérgicos.

Outros defendem que os Black Blocks são formados por maus elementos que se aproveitam das manifestações para causar vandalismo, saquear lojas ou extravasar frustrações que carregam consigo.

Também há quem ache que eles não passam de “massa de manobra” utilizada para pressionar algum governante, causar tumulto nas manifestações populares ou estimular a barbárie para que as pessoas fiquem com medo de sair às ruas e reivindicar seus direitos.

O fato é que no quesito repercussão, a ação Black Block se sai muito bem. Muitos professores que estavam em greve no Rio agradeceram a eles por conseguirem chamar a atenção da mídia e reascender a discussão sobre a necessidade de melhorias no sistema educacional.
 

Nenhum comentário: