sexta-feira, 27 de setembro de 2013

NAVEGANDO NO PARÁ: "PARECE QUE ESTOU SONHANDO", DIZ MARIBEL, A MÉDICA CUBANA QUE VAI ENFRENTAR O PIOR IDH DO BRASIL


Maribéis chegam ao destino depois de uma longa viagem; Melgaço tem o pior IDH do Brasil


Por Dario de Negreiros, especial para o Viomundo, de 27/09/2013


Pergunta um melgacense às médicas cubanas recém-chegadas à cidade: “Dá pra notar que Melgaço tem o pior Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) do Brasil?”. Depois de um breve silêncio, uma delas afirma, como numa forma delicada de lhe responder sem mentir: “Eu nunca tinha visto uma casa de palafita, antes”.

Viemos todos na mesma embarcação – um grande navio de quatro andares que perfaz a rota Belém-Melgaço em cerca de 18 horas –, partindo da foz do rio Amazonas e descendo pelos encontros das águas marítima e fluvial que compõem o Arquipélago do Marajó.

“Quando vínhamos no barco para cá, eu falei: parece que estou sonhando, é como se fosse um filme!”, diz a médica Maribel Morera Saborit, 44. “Nunca imaginei que iria ver o que estava vendo: as casinhas de madeira à beira do rio, as crianças naqueles barquinhos pequenininhos…”.

(...) 

“Eu tive a possibilidade de ver, na Venezuela, pobreza extrema”, conta a outra Maribel, a Herrera Hernandez. “Lá há as chamadas ‘invasões’, onde as casas são feitas de qualquer coisa: tábuas, papelão. E há os morros, que são como as favelas. Mas também nunca vi nada como isso.”

Vivendo com menos de R$ 140 por mês, 73% dos cerca de 25 mil habitantes de Melgaço podiam ser classificados como pobres em 2010, enquanto 44%, com renda mensal de R$ 70, eram considerados extremamente pobres.

Os leitores deste Evidentemente podem ler toda a excelente reportagem do Dario de Negreiros, é só clicar aqui, mas saibam que o trabalho do repórter é financiado pelos leitores e apoiadores do blog Viomundo. Cliquem lá e ajudem também a financiar o excelente blog de Luiz Carlos Azenha e Conceição Lemes.

Nenhum comentário: