sábado, 24 de agosto de 2013

REPARAÇÃO PELA ESCRAVIDÃO É UM GESTO DE JUSTIÇA HISTÓRICA, DIZ PROFESSOR CARIBENHO




(Foto: Nodal)
Do portal Nodal - Notícias da América Latina e Caribe, de 23/08/2013

O diretor do campus barbadense (de Barbados) da Universidade das Antilhas, Hilary Beckles, declarou que o reclamo monetário e moral caribenho contra as ex-metrópoles por motivo da escravidão é uma questão de justiça histórica. Ressalta em particular a demanda à Inglaterra, argumentando que “depois de 300 anos de exploração que lhes permitiu enriquecer e construir a nação mais poderosa da terra, deixaram os povos caribenhos submetidos ao analfabetismo e com problemas de saúde”.

A matéria fala da política colonialista e predatória do antigo império britânico no Caribe e do genocídio praticado contra seus povos. Fala da articulação de países como Barbados, São Vicente e Granadinas, Haiti, Guiana, Suriname e Trinidad e Tobago na luta pela reparação. Clicar aqui para ler, em inglês:


Nenhum comentário: