quinta-feira, 22 de agosto de 2013

QUEM SÃO OS MÉDICOS CUBANOS QUE CHEGAM AO BRASIL NESTE FIM DE SEMANA


Do portal Carta Maior, de 22/08/2013

O Conselho Federal de Medicina, que lidera o boicote ao programa 'Mais Médicos', declarou nesta 5ª feira que a vinda de profissionais cubanos 'coloca em risco a saúde da população'. Curioso. Por ilação poderíamos entender que na visão do CFM, os brasileiros discriminados pelo elitismo corporativo estariam mais seguros se deixados à própria sorte. 

Os termos do acordo divulgados pelo Ministério da Saúde desautorizam o terrorismo em torno da chegada dos primeiros 400, de um total de 4 mil médicos cubanos contratados para trabalhar no país. Os primeiros profissionais chegam neste fim de semana e passarão por avaliação de três semanas juntamente com os demais médicos com diploma do exterior. 

Os cubanos que trabalharão no Brasil já participaram de outras missões internacionais: 42% deles já estiveram em pelo menos dois países, entre mais de 50 que já fizeram acordos semelhantes com Cuba. Todos têm especialização em Medicina da Família. A experiência também é alta: 84% têm mais de 16 anos de exercício da Medicina. 

Esse perfil atende ao requisito de trazer profissionais credenciados no atendimento a populações em situação de vulnerabilidade. Os médicos terão autorização especial para trabalhar por três anos exclusivamente nas áreas designadas pelo governo brasileiro.


Matéria sobre o mesmo assunto do Opera Mundi:

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, fez o anúncio (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil/Opera Mundi)

Brasil anuncia contratação de quatro mil cubanos para o programa Mais Médicos


O Ministério da Saúde do Brasil anunciou nesta quarta-feira (21/08) que o país receberá quatro mil médicos cubanos – 400 deles neste final de semana – após termo de cooperação firmado com a Opas (Organização Panamericana de Saúde). Eles estarão incluídos no programa federal Mais Médicos, que visa suprir a ausência de profissionais (tanto brasileiros quanto estrangeiros) na rede pública de saúde em áreas carentes e do interior do país.

A Opas é um órgão pertencente à OMS (Organização Mundial da Saúde), que tem parcerias para o envio de médicos com outros países

Para ler mais:



Nenhum comentário: