sábado, 20 de julho de 2013

EUA NEGAM VISTO A MARADONA POR SUA AMIZADE COM CHÁVEZ E FIDEL


(Foto: Arquivo do jornal Ciudad CCS)
(Foto: Arquivo do Aporrea)





Por SIBCI - Sistema Bolivariano de Comunicação e Informação - reproduzido de Aporrea.com, de 17/07/2013
De Caracas - O governo dos Estados Unidos negou a entrada ao país de Diego Armando Maradona por suas “relações de amizade com Fidel Castro e Hugo Chávez”, segundo se atreveu a aventurar uma fonte ao diário britânico ‘The Sun’.

De acordo com o jornal, Maradona planejava viajar com sua filha Giannina e seu neto Benjamín, mas lhe negaram o visto por razões políticas. “Suas relações com Fidel Castro e Hugo Chávez fizeram com que a imigração lhe negasse a permissão de entrada”.

O ex-técnico da seleção argentina solicitou o visto de turista através da embaixada estadunidense em Dubai (Emirados Árabes), cidade onde reside atualmente Maradona, e seis dias depois, seu pedido foi rechaçado.

Maradona, que pisou pela última vez em solo estadunidense em 1994 quando da realização da Copa do Mundo, havia recebido a resposta negativa seis dias depois do pedido para entrada no estado da Flórida, onde queria passar as férias com sua família no parque  Disney World.

O argentino foi à embaixada pessoalmente após a negativa para tentar revogar a decisão, mas não obteve êxito.

Nenhum comentário: