domingo, 23 de junho de 2013

SINJORBA REPUDIA REPRESSÃO CONTRA JORNALISTAS EM SALVADOR

  • Jornalista Francis Juliano foi detido durante cobertura do protesto no Iguatemi (Foto: Lúcio Távora/Agência A Tarde)



    • Do portal A Tarde (UOL), de 23/06/2013

      O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba) divulgou, na noite deste sábado, 22, uma nota de repúdio aos atos de repressão praticados por policiais militares contra três jornalistas durante as manifestações que aconteceram em Salvador.

      O repórter do Bahia Notícias, Francis Juliano, foi preso na região do Iguatemi ao questionar policiais sobre o motivo de espancarem um fotógrafo. Ele foi encaminhado para a 16ª Delegacia.
      De acordo com nota do Sinjorba, o jornalista Evilásio Júnior foi agredido com spray de pimenta no rosto, empurrões e palavrões por policiais militares.


      "Os policiais, além da prisão arbitrária, agrediram os jornalistas com palavrões. Policiais também forçaram  na região dos Barris, o fotógrafo Tiago di Araújo, do Ibahia, a apagar fotos de sua máquina sobre a repressão ao movimento de protesto", diz a nota do sindicato.


      O Sinjorba informa que vai encaminhar ao Governo da Bahia um protesto formal, além de solicitar que  o Ministério Público Federal (MPF) apure os fatos.

      "O Sinjorba apoia as manifestações do povo brasileiro realizadas ao longo dos últimos dias, pedindo respeito à integridade física e ao direito de expressão garantidos pela Constituição Brasileira. É função dos jornalistas registrar os fatos decorrentes da ida da população às ruas e quando esta atividade é cerceada pela brutalidade policial, trata-se de um grave sintoma da tentativa de encobrir o descontrole, abuso de autoridade e falta profissionalismo dos que atuam nas ruas para manter a ordem pública".

      Nenhum comentário: