domingo, 16 de junho de 2013

CARLOS MENEM É CONDENADO A SETE ANOS DE PRISÃO

Menem: elogiadíssimo nos anos 90, no auge do neoliberalismo, pelos monopólios da mídia hegemônica internacional (e brasileira) (Foto: Página/12)

O ex-presidente argentino Carlos Menem foi condenado a sete anos de prisão pela venda ilegal de armas à Croácia e ao Equador, uma operação realizada entre 1991 e 1995. A Justiça considerou Menem coautor do delito de contrabando qualificado e condenou-o a sete anos de prisão. O ex-presidente não irá para a cadeia ainda, porque há possibilidade de recurso e ele goza de foro privilegiado por ser senador.

Nenhum comentário: